segunda-feira , 23 outubro 2017
Capa / Ribeirão Bonito / Geral / Falta de pagamento da Prefeitura de Ribeirão Bonito a Faculdade corta bolsa de estudos de nove alunos
Falta de pagamento da Prefeitura de Ribeirão Bonito a Faculdade corta bolsa de estudos de nove alunos
Trevisan Escola de Negócios em Ribeirão Bonito (Foto: RB Na Rede)

Falta de pagamento da Prefeitura de Ribeirão Bonito a Faculdade corta bolsa de estudos de nove alunos

Universidade cobra dos alunos valor que não foi pago pela administração para que os estudantes possam fazer a rematrícula para o 2º semestre de 2017

Lucas Castro

Os alunos do “Programa Bolsa Faculdade”, uma parceria entre a Prefeitura de Ribeirão Bonito e a Trevisan Escola de Negócios, correm o risco de ter que parar os estudos devido a fata de pagamento da administração com a universidade.
De acordo com um grupo de estudantes do 4º semestre do curso de Administração, eles receberam um e-mail da faculdade solicitando o pagamento para a rematrícula para o segundo semestre de 2017. “Recebemos um e-mail da faculdade informando que temos que arcar com a dívida da prefeitura para que possamos continuar com estudando”, alegaram os alunos Jessika de Almeida Proença, Wesley Bispo dos Reis, Alice Fernanda dos Santos, Mayara Vieira e outros cinco que não quiseram se identificar.
O e-mail, assinado pelo analista financeiro da Trevisan Escola de Negócios, José Oliveira, diz: “Recebemos um comunicado da Prefeitura Municipal de Ribeirão Bonito informando que seu contrato finalizou em dezembro/2016. Para que possamos validar sua rematrícula para o semestre atual 2017-2 será preciso que regularize sua situação junto a faculdade referente ao semestre anterior 2017-1”.
Os estudantes estão preocupados, até mesmo pelo fato de alguns não ter condições de arcar com os custos cobrados, que é de R$ 2.610 referente ao semestre anterior para cada um, e de continuar pagando a mensalidade a partir deste momento. “Acontece que essa nova gestão alega que a Prefeitura não tem condições de arcar com as nove bolsas e que não irá pagar, ou seja, de uma hora para outra perdemos nossa bolsa. No entanto é uma cobrança injusta, pois não sabíamos que se a Prefeitura deixasse de pagar teríamos que pagar. Estamos sem saber o que fazer, não temos onde recorrer”, apontaram os alunos.

Outro lado

Em contato com o prefeito Francisco José Campaner (PSDB), o mesmo afirmou que está estudando melhor a Lei que regulamenta a “Programa Bolsa Faculdade” e que deve se pronunciar sobre o caso ainda nesta quinta-feira (10).

Bolsa

No edital com data de 24 de novembro de 2015, assinado pelo ex-prefeito prefeito Wilson Forte Junior (PSDB), a Trevisan Escola de Negócios foi a única instituição privada de ensino superior, habilitada a participar do “Programa Bolsa Faculdade” oferecida pelo município, de acordo com a Lei nº 2450, de 6 de maio de 2015, e Decreto Municipal nº 2448, de 3 de novembro de 2015..
De acordo com os documentos, a faculdade disponibilizará 20 bolsas de estudo integrais para o 1° semestre letivo de 2016, para os inscritos no programa e que forem aprovados no Vestibular.
O que chama a atenção é que segundo a Lei nº 2450 /15, “As bolsas de estudos serão concedidas por um semestre letivo, podendo ser renovadas por igual período, até a conclusão do curso, obedecidas as exigências mínimas, os compromissos assumidos pelos alunos, o interesse da instituição de ensino em continuar participando do programa, a programação financeira e demais critérios estabelecidos na lei, de acordo com o artigo 3º, §2º da Lei nº2450 /15”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>